FANDOM


O Paladino da República
Senador Pinheiro Machado 006

Senador Pinheiro Machado

José Gomes Pinheiro Machado, nasceu em Cruz Alta – Rio Grande do Sul, em 8 de maio de 1851. Foi um líder republicano, Senador da República (1890-1915), fundador do Partido Republicano Conservador e Vice-Presidente do Senado Federal.

Em 1865, com quinze anos de idade, aluno da Escola Militar da Corte, no Rio de Janeiro, demonstrando a sua coragem e patriotismo, abandonou os seus estudos para combater na Guerra do Paraguai, como alistado do Corpo de Voluntários da Pátria, onde permaneceu até 1868.

Após ingressar na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo, no ano de 1878, fundou com outros colegas o Clube Republicano Acadêmico e o jornal “A República”, empenhando-se na propaganda das idéias republicanas que entusiasmavam a juventude acadêmica da época. Bacharelando-se com brilho, retornou para o Rio Grande, passando a residir na Cidade de São Luís das Missões, atual São Luís Gonzaga, onde abriu banca de advocacia. Funda o primeiro partido republicano riograndense nessa cidade e empenha-se na propaganda pelo estabelecimento da República no Brasil, juntamente com Venâncio Aires, o grande idéologo republicano, Julio Prates de Castilhos, Demétrio Ribeiro, Apolinário Porto Alegre, Ramiro Barcelos e Joaquim Francisco de Assis Brasil.

Proclamada a República, foi eleito senador pelo seu estado para a Assembléia Constituinte de 1890/1891, na cidade do Rio de Janeiro, antiga capital do país.

Em 1893, inicia-se a Revolução Federalista no Rio Grande do Sul, uma grande ameaça ao novo regime, razão pela qual Pinheiro Machado deixa a sua cadeira de senador para combater aquele movimento armado, organizando a legendária Divisão do Norte que heroicamente sustentou a luta contra as forças aguerridas de Gumercindo Saraiva. Tendo derrotado os revoltosos na Batalha de Passo Fundo, fato pelo qual foi homenageado pelo Marechal Floriano Peixoto com a patente de general, retornou para o Senado, onde cumpriu o seu mandato até o prematuro falecimento.

Foi uma presença marcante na vida política nacional, se constituindo num dos fatores da estabilidade do regime republicano do qual era um fiel soldado e servidor.

Apoiou com o seu prestígio e força moral vários governos republicanos, principalmente o do seu amigo e correligionário o Marechal Hermes da Fonseca, assegurando da Presidência do Senado a estabilidade necessária à consolidação do regime republicano em nosso país.

Gare da Central - Retorno de São Paulo - 1915

Recepção na Gare da Estação Ferroviária da Central do Brasil

Os partidos da República Velha eram constituídos em âmbito regional, como o Partido Republicano Paulista, o Partido Republicano Rio-grandense e outros. Pinheiro Machado, com a sua ampla visão política, adiantou-se no seu tempo ao fundar um partido político nacional, o Partido Republicano Conservador – PRC.

A sua inflexibilidade na defesa dos princípios republicanos lhe valeram muitos inimigos que da República queriam se aproveitar, em causa própria. Uma campanha movida no Rio de Janeiro por esses elementos corrompidos armaram o braço de um assassino chamado Manço de Paiva, que a 8 de setembro de 1915, no Hotel dos Estrangeiros, consumou o seu execrável crime, apunhalando pelas costas o grande brasileiro.

Júlio de Castilhos, o patriarca do Rio Grande do Sul, em citação da sua época, assim se refere à Pinheiro Machado: "na vida do Rio Grande, esse nome representa uma tradição fulgente e equivale a um constante ensinamento cívico. Na vida da República, ele se destaca, em nobre saliência, avultando sempre, dia por dia, pela palavra imaculada e pelo exemplo permanente da mais admirável abnegação de patriota".

Ver também

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.